Sua aposentadoria, seu problema, assuma a responsabilidade!

Isso mesmo, você tem a vida inteira para se preparar para a aposentadoria.

Escrevo essas palavras em 2017, está em tramitação no Congresso Brasileiro uma reforma da previdência proposta pelo governo de Michel Temer. Geralmente não se ver as pessoas falando de aposentadoria, mas essa reforma fez com que o assunto virasse destaque.

Ironicamente, meses atrás tive o desprazer de estar em uma audiência de família, com um juiz.

(eu que dei entrada no processo, antes que alguém ache que eu estava fugindo da minha responsabilidade).

A audiência de conciliação já estava acabando quando o juiz resolveu “bater um papo”, e, acredite: começou a reclamar da aposentadoria!!!! Os pontos de reclamação eram os seguintes:

  • Nós já ganhamos pouco dinheiro, e ainda temos que aguentar reforma da previdência;
  • Não posso me aposentar porque não posso perder meus benefícios;
  • Querem pagar menos dinheiro pra gente, do que o que nós recebemos trabalhando;
  • (A melhor) Desse jeito vou ter que trabalhar até morrer para não passar necessidade!

Dá para acreditar nisso? Eu saí embasbacado de lá. Eu não consegui nem olhar de novo pro cara.

Não vou entrar no mérito da questão do sistema da previdência, só dei o exemplo para mostrar que mesmo aqueles que ganham muito dinheiro todo ano, conseguem não ter dinheiro para se sustentar na aposentadoria.

Prova disso é que o IBGE afirma que apenas 1% dos aposentados se sustentam, os outros 99% dependem de ajuda de familiares, amigos ou instituições de caridade.

Isso acontece por 4 razões:

  1. Não aumentam a própria renda enquanto estão trabalhando;
  2. Vivem um padrão de vida acima das suas possibilidades;
  3. Não tem um plano financeiro que inclua investimentos para a aposentadoria;
  4. Não sabem investir para aposentadoria.

O que nos traz ao conteúdo desse artigo:

  1. Fique rico ou morra tentando (sem loucuras é claro!);
  2. O desejo é a causa de todos os males;
  3. Os juros compostos são a força mais poderosa do mundo;
  4. Você investe, eles te roubam: não compartilhe sua aposentadoria;
  5. Bônus: os dois maiores vilões dos pequenos investidores.

Espero que no final desse texto você acredite que:

  1. É sempre possível aumentar sua renda;
  2. Você não precisa de tudo que te oferecem;
  3. Que o melhor a fazer é apostar na longevidade;
  4. Existem pessoas se aproveitando da sua aposentadoria, mas você pode evitar isso;

Assuma a responsabilidade por sua aposentadoria, leia esse texto e boa sorte.

Fique rico ou morra tentando

A frase é de um rapper americano que viveu loucamente, mas só usei pra chamar a sua atenção, nada de loucuras por aqui, só coisas boas.

Aqui em casa tem uma diarista todas as quintas-feiras, ela já passou dos 50 anos, nasceu muito pobre no interior do estado e quando veio para a capital conseguiu sobreviver e ter algumas conquistas trabalhando em casas de família.

A história de vida é louvável, ao contrário da maioria das pessoas que nascem em condições semelhantes, trabalhou muito e hoje tem uma casa e uma filha entrando para a faculdade. Mas atingiu um limite que ela não conseguiu ultrapassar.

Sei que o trabalho dela é difícil, que a vida dela foi difícil, mas a verdade é ela se acomodou cedo.

Há mais de 25 anos que ela trabalha na mesma coisa, ganhando mais ou menos a mesma coisa.

A maior parte dos brasileiros passam pelo mesmo problema, conseguem uma renda e se acomodam, não existe ambição suficiente para querer ir além ou crenças limitantes fazem com que as pessoas não continuem procurando aumentar a própria renda.

Podemos listar vilões que contribuem para esse problema:

  • Achar que falta tempo para fazer mais coisas;
  • Achar que ganhar ou ter muito dinheiro é ruim (muita novela e Igreja);
  • Dar atenção a coisas que não contribuem para a nossa renda;
  • Fazer investimentos errados;
  • Contrair muitas dívidas ruins;
  • Dentre outros.

Contudo, a verdade é que a única forma de melhorar de vida e ter a chance de ter uma aposentadoria tranquila é aumentando a nossa renda continuadamente. E só cabe a nós mesmos fazer com que isso aconteça.

faça acontecer

FAÇA ACONTECER

Nós podemos fazer isso de duas formas que se complementam:

  1. Estudando e melhorando a forma como nós trabalhamos (aumentar nossa produtividade);
  2. Aumentando o número de pessoas que conseguimos beneficiar com o nosso trabalho;

A primeira leva à segunda, e a segunda pode ser fomentada.

Não existe desculpa para a pessoa não estudar hoje em dia, a informação é tão farta e circula de forma tão rápida, que não tem como encontrar dificuldades. Uma pessoa com um smartphone na mão tem acesso a tanto conteúdo que espantaria um Einstein.

Estudando você faz um bem para você mesmo e para o país, ao aumentar sua produtividade e, com certeza, aumentar sua renda. Buscar melhorar na vida e estudar é uma atividade básica na vida de uma pessoa que pensa na família e na comunidade. E se a única desculpa que você tiver for tempo, sugiro que você leia o livro abaixo:

Os 7 hábitos das pessoas altamente eficazes

 

Não só para que você encontre tempo, como para ser uma pessoa melhor.

Mas não se limite a estudar e ser uma pessoa melhor, vá além, faça um bem maior ainda a si mesmo, à sua família e ao país, procure trabalhar em algo que possa ser escalável, ou seja, que você possa contribuir para a vida de milhões de pessoas, seja um empreendedor!

Não importa se você recebe um salário mínimo ou R$ 20 mil por mês, você é capaz e deveria ser um empreendedor, dentro de você existe alguma coisa que pode contribuir para melhorar a vida de outras pessoas, procure colocar isso pra fora e transformar em um negócio de sucesso. Comece lendo esse livro sobre empreendedorismo:

Pai rico, Pai pobre

 

E procure ler sobre a sua paixão e em como transformar ela em um negócio.

O desejo é a causa de todos os males

Eu comecei a trabalhar cedo, e sempre fui bastante engajado nos negócios, dei sorte e ganhei dinheiro rápido. Com 24 anos ganhava muito mais do que a maioria dos meus colegas e pessoas da minha idade, já estava bem próximo do meu primeiro milhão, saindo de quase nada.

Mais eu tinha um sério problema:

Meus desejos de adolescente ainda estavam na minha mente e o resultado foi um desastre!

Eu quebrei vertiginosamente, cometi erros em coisas que eu conhecia e sabia que dariam errado, muito por conta do meu próprio despreparo emocional. E quando uma pessoa desequilibrada emocionalmente e espiritualmente tem dinheiro, pode ter certeza:

Vai dar merda!

Pense nos astros do esporte fazendo coisas ridículas por aí? Pois é, essa situação é muito comum.

Mas você pode estar pensando que, assim como a maioria, não vai conseguir ganhar o suficiente para fazer besteira, certo? Pois não se iluda, não é necessário tanto dinheiro assim. Meus pais foram pessoas empreendedoras, que sempre buscaram aumentar a própria renda, e conseguiram, mas não deram o próximo passo: o de guardar dinheiro.

Ganhavam e gastavam, nem sempre nessa ordem!

MESMO SEM DINHEIRO, TENDEMOS A SUCUMBIR AOS DESEJOS

Você já teve a oportunidade de entrar em um bairro de classe C, D ou E nos finais de semana? Se sim, já deve ter percebido a quantidade de bares e biroscas que tem nesses bairros, né? Como pode uma pessoa não ter dinheiro para estudar, arrumar a casa, cuidar da saúde e etc; e ao mesmo tempo ter para beber cerveja?

Você sabia que a maior empresa privada em valor de mercado no Brasil é a AMBEV (uma cervejaria)?

ambev

Não estou falando aqui que as pessoas não deviam beber cerveja, porque eu mesmo bebo, mas que o façam em comemorações, em momentos que merecem ser festejados; fora esses momentos, elas não tem motivo para estar desperdiçando dinheiro com bebida, a não ser ceder a um desejo idiota!

Eu já cometi essa idiotice, várias vezes, e só me arrependo disso.

Agora imagine a quantidade enorme de coisas em que você gasta dinheiro apenas para satisfazer um desejo, provavelmente você nem consegue listar isso. Mas não se renda a esse problema, procure entender seus desejos e encontrar formas de satisfazê-los com o mínimo de dispêndio financeiro, ou, simplesmente limite-os.

Pense como Sêneca nessa frase:

Despreza tudo o que um trabalho supérfluo estabelece como enfeite e requinte; pensa que nada é extraordinário a não ser a alma e que, para uma alma grande, nada é grande”.

Por sinal, leia o livro dele que se chama: “ Aprendendo a viver ” (link afiliado). É muito bom!

Os juros compostos são a força mais poderosa do mundo

Tem uma atividade que toda vez que eu executo me espanta, pode parecer infantil e tola, é:

Fazer uma planilha que projeta um investimento ao longo do tempo com juros compostos.

É simplesmente espantoso como os números crescem rapidamente, e, melhor, aceleram na subida.

Imagina uma bola de neve que se forma no cume de uma montanha e vai “caindo e aumentando”, quanto mais ela desce, mais forte e mais veloz ela vai se tornando, até se tornar uma força letal.

Os juros compostos fazem o mesmo com o dinheiro, quanto mais você adiciona e continua reinvestindo o dinheiro e os juros que recebe, mais forte e mais rápido o seu dinheiro cresce, é lindo, é transformador.

Não é à toa que Einstein afirmou:

Os juros compostos são a 8ª maravilha do mundo”.

VOCÊ PRECISA UTILIZAR OS JUROS COMPOSTOS

Aproveitando o poder dos juros compostos qualquer pessoa pode ter uma aposentadoria tranquila sem depender de outras pessoas. Mas para fazer isso você precisa investir dinheiro com consistência, então você precisa:

  1. Aumentar sua renda;
  2. Gastar menos do que ganha;
  3. Investir a diferença com segurança;
  4. Reinvestir para aproveitar os juros compostos.

Percebeu que nós já falamos sobre aumentar a renda e sobre controlar seus desejos para economizar dinheiro?

É porque a única maneira de você aproveitar os juros compostos é você conseguir investir consistentemente ao longo de bastante tempo com segurança. Lembre-se da bola de neve, ela está sempre aumentando ao longo da descida, e nunca “perde neve” ao longo dessa descida.

Traduzindo para uma carteira de investimentos, você precisa sempre adicionar mais dinheiro, mesmo que seja pouco, e nunca pode perder esse dinheiro, nem parte dele. Porque se você não adicionar dinheiro consistentemente ou perder muito dinheiro em algum momento, você não vai conseguir aproveitar os juros compostos.

Se você consegue aumentar sua renda ao mesmo tempo que limita seus desejos, você tem condições de investir consistentemente. Isso é crucial para que você aproveite os juros compostos.

O cara que fez a analogia entre os investimentos e a bola de neve foi ninguém menos do que o maior “poupador” de todos os tempos, Warren Buffett. A biografia dele é uma leitura fantástica, segue link afiliado:

A bola de neve

 

Se você quiser ajuda para investir com segurança, adoraria ser seu consultor de investimentos.

Você investe, eles te roubam: não compartilhe sua aposentadoria

Você pode estar pensando agora que eu vou dizer que quando você contribui para o sistema de previdência do governo, você é roubado porque o sistema é compartilhado, e a maioria dos contribuintes do setor privado que ganham mais do que alguns salários mínimos realmente são mesmo.

Mas não é disso que eu vou falar aqui!

Não sou contra as pessoas discutirem política, mas esse aqui não é o espaço para isso.

Esse texto fala da sua responsabilidade em construir sua própria aposentadoria, e acredito já ter mostrado que isso é possível e o que precisa ser feito. Mas mesmo quando conseguem aumentar a renda enquanto gastam menos e investem com consistência e segurança, nós corremos o risco de compartilhar boa parte das nossas economias com outras pessoas.

Você consegue adivinhar quem são essas pessoas? Não?

São os intermediadores de dinheiro e o governo.

Quando nós investimos incorremos em diversos custos que corroem nosso investimento.

Se fizermos aquele exercício de projetar nossos investimentos ao longo do tempo com juros compostos sem considerar os custos envolvidos, temos um certo resultado. Mas aí nós precisamos considerar os custos para fazer um bom planejamento, e quando fazemos isso, mesmo o menor dos custos anuais, fazem uma diferença enorme no resultado final.

Quando eu digo o menor dos custos, estou falando de meros 1% por ano.

Como disse Adam Smith:

Cuidado com as pequenas despesas: uma fenda diminuta pode fazer afundar um grande navio”.

INTERMEDIADORES DE DINHEIRO

Quando você for investir dinheiro, preste atenções nos seguintes custos:

  • Taxa de administração;
  • Taxa de performance;
  • Taxa de custódia;
  • Taxa de corretagem;
  • Emolumentos;

São os custos que os intermediadores financeiros (bancos, corretoras e bolsas) cobram dos investidores. Você precisa evita-los ao máximo possível. Qualquer despesa que puder ser evitada ao investir dinheiro pode fazer uma grande diferença na sua aposentadoria.

GOVERNO

Já os custos que o governo te impõe, não são evitáveis, o máximo que você pode fazer é tentar dirimir os danos causados aos seus investimentos.

São dois: inflação e imposto.

Na verdade a inflação pode ser chamada de imposto indireto, mas essa discussão não importa. O que importa é que esse é um custo anual certo e que te rouba um bom dinheiro. Você precisa obter rendimentos que superem a inflação só para não perder dinheiro, atente-se para isso.

Observe a imagem com os últimos 11 anos de inflação oficial:

inflação

A soma da inflação dos últimos 11 anos é de 65,34%. Ou seja, se você investiu R$ 100.000,00 no começo de 2006 e hoje esse investimento não valha pelo menos R$ 165.340,00, já livre de custos de intermediadores e de impostos, você está perdendo dinheiro.

E os impostos também podem te fazer perder bastante dinheiro, principalmente o IR. Mas pelo menos você pode dirimir esse dano aproveitando a tabela regressiva para investimento em renda fixa (que é onde deve estar aplicada a maior parte do seu dinheiro).

UM BÔNUS: OS DOIS TIPOS DE INVESTIMENTO QUE MAIS TE ROUBAM DINHEIRO

A previdência privada contratada nos bancos é um dos maiores ladrões de dinheiro do mercado financeiro. A quantidade enorme de taxas, impostos e afins que são incluídas nesses planos é absurda. E piora, perceba o que acontece com o dinheiro aplicado em previdência privada:

  1. O banco recebe o seu dinheiro e aplica em fundos de investimentos;
  2. O fundo de investimentos compra títulos públicos e/ou ações;
  3. Quando você precisar, vai receber rendimentos dessas aplicações;

Você passou o dinheiro pro banco, que passou para o fundo, que investiu nos produtos de investimento.

Uma coleção de intermediários. Resultado? Custos e mais custos para investir dinheiro.

Sabe o que tem de errado nisso? Você mesmo pode fazer esses investimentos sem precisar de intermediários.

Pense em quanto você pode economizar simplesmente tirando os intermediários.

O mesmo acontece com o segundo grande vilão dos investimentos: os fundos de investimento em cotas de fundos de investimento. Entendeu o termo? Parece duplicado? Pois é, são os custos de investir que estão sendo duplicados, numa ideia “brilhante” para tomar um pouco mais do seu dinheiro.

Traduzindo: você investe em um fundo de investimento, este vai investir seu dinheiro em outro fundo de investimento, que por sua vez vai investir em títulos públicos e afins. Entendeu?

Todos esses fundos de investimento vão lhe cobrar taxas e mais taxas para fazer uma coisa que você pode fazer sozinho, sem intermediários.

Fuja desses ladrões de dinheiro se quiser ter uma aposentadoria tranquila.

Conte comigo para lhe ajudar, adoraria ser seu consultor!

Assuma a responsabilidade e faça a sua aposentadoria tranquila

Se você estiver entre os 99% dos aposentados que não conseguem se sustentar, quando a sua aposentadoria chegar, não se engane, a culpa é sua. Você terá feito uma ou mais das seguintes coisas:

  • Não trabalhou para aumentar a sua renda;
  • Tentou viver um padrão de vida acima das suas condições financeiras;
  • A consequência foi não ter conseguido investir para aposentadoria;
  • Ou se investiu, o fez errado através de inúmeros intermediários;

Mas se você chegou até aqui, acredito que você tem conhecimento da importância de construir sua própria aposentadoria, pois leu esse texto e tens acesso a todo o conteúdo deste blog.

Espero, sinceramente, que você tenha gostado e aprendido muito desse texto, e ficaria agradecido se você compartilhasse com sua família e seus amigos, para que possamos disseminar essas ideias para o maior numero de pessoas possíveis.

Se quiser entrar em contato comigo, envie e-mail para projetotykhe@gmail.com

Muito obrigado por ler meu texto.

Um abraço e boa sorte!

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *