O guia definitivo para economizar energia e dinheiro

economizar energia
economizar energia

Para economizar energia, todo dia antes de ir para a cama dormir, eu faço um revisão geral pela casa desligando as coisas da tomada, só deixo a geladeira e a internet (porque tem gente que fica a madrugada “navegando”). Eu passei a fazer isso desde que aprofundei meus estudos sobre educação financeira, principalmente, para escrever aqui no blog.

O que me fez criar esse hábito foi constatar que:

  • A energia pesa mais no bolso do brasileiro do que em qualquer país do mundo;
  • A carga tributária em cima da energia varia entre 28% e 46%;
  • A conta de energia aqui de casa (grande demais) consome muito da nossa renda;
  • Desligar os aparelhos que não estão sendo utilizados = economia de até 15% na conta;

Depois de muito pesquisar e estudar sobre o consumo de energia e maneiras de economizar, tanto para poupar energia, como para economizar dinheiro; percebi que existem dois grupos de ações que podem (e devem) ser tomadas para que o máximo de energia e dinheiro possam ser economizados.

  1. Ações de resultados pequenos, mas constantes, que acumulam-se, e fazem diferença;
  2. Ações que produzem resultados grandes, que são raras, mas precisam ser executadas;

Resolvi escrever um texto relacionando essas ações (nessa ordem) para fomentar o maior número de pessoas possível a economizar energia. Tanto porque nós ganhamos enquanto sociedade, quanto para que nós possamos economizar o máximo de dinheiro que pudermos.

Afinal de contas, economizar energia e dinheiro, faz parte da nossa estratégia.

UMA OBSERVAÇÃO

A primeira boa ideia que devemos ter quando pensamos em economizar dinheiro é começar atacando as despesas maiores, porque a maior quantidade de dinheiro a ser economizado está nessas contas. A segunda maior é atacar aquelas despesas que o governo mais nos rouba, ou seja, aquelas em que a taxa de impostos é maior.

A energia se enquadra nas duas primeiras ideias que devemos ter para economizar dinheiro.

Ações de resultados pequenos, mas constantes

Como o próprio Adam Smith afirmou:

Atente-se para as pequenas despesas; um pequena fenda pode afundar um grande navio”.

A segunda metade desse texto vai falar sobre algumas poucas decisões que podem nos fazer economizar muito dinheiro e muita energia, mas de nada adiantará se nós não agirmos para evitar pequenos desperdícios que costumam, juntos, elevar muito a nossa conta de energia.

Resolvi dividir essas ações de acordo com o tipos de utensílios elétricos que utilizamos.

GELADEIRA E FREEZER
economizar energia
economizar energia

Comecemos pela que não pode ser desligada, e é uma das mais custosas, atente-se para as dicas:

  1. Faça o teste do papel, coloque na borracha e feche-a, se abrir facilmente, troque a borracha;
  2. Coloque-a no local menos quente da casa, procurando fugir do sol e aproveitando ventilação;
  3. Não coloque forros, nem panos, nem nada que não seja os recipientes contendo aquilo que precisa ser conservado;
  4. Não coloque nada destampado;
  5. Procure evitar que seja ou permaneça aberta (a mais importante);
  6. Distancie-a do fogão ou de qualquer fonte de calor;
  7. Não permita o acúmulo de gelo, isso prejudica o motor;
  8. Não coloque roupas para secar na parte de trás, também prejudica o motor;
  9. Na compra, atente-se para o selo PROCEL (programa de conservação de energia);
  10. Desligue-a quando viajar;
  11. Ajuste o termostato, dependendo do clima da sua região.

Perceba que nenhuma dica demanda investimentos, com exceção da primeira, caso a borracha precise ser trocada. Só seguir essas recomendações já vai fazer diferença na sua conta de energia, mas continuemos.

MICROONDAS, COOKTOPS E FORNOS ELÉTRICOS

Cada vez mais estamos abandonando o carvão e o gás no preparo da comida, passando a utilizar equipamentos elétricos para cozinhar, por um lado isso diminui o uso de combustíveis fósseis (?), por outro aumenta nosso consumo de energia elétrica, o que faz com que precisemos tomar precauções para economizar energia:

  1. Evite ou reduza ao mínimo necessário o uso do micro-ondas;
  2. Evite ou reduza ao mínimo necessário o uso de cooktops;
  3. O forno elétrico consome tanto quanto o tradicional, opte por ele se possível;
  4. Planeje a alimentação em família, para reduzir a utilização desses objetos;
  5. Na compra, procure pelos selos de conservação de energia;
  6. Lembre-se que o fogão a botijão de gás ainda é a alternativa mais econômica;
LAVADEIRAS, SECADORES E FERRO DE GOMAR

Seja máquina de lavar roupa ou de lavar louça, é necessário atentar-se tanto para o consumo de energia, quanto para o de água, principalmente se o último levar ao primeiro (como é o caso da minha casa). Vamos às dicas para economizar energia:

  1. Acumule as roupas até o máximo possível, para usar a máquina na máxima capacidade;
  2. Faça o mesmo com as louças;
  3. Considere o uso de água nos dois casos, quanto menos gastar, melhor;
  4. Utilize a luz do sol para secar as roupas;
  5. Na compra, atente-se para o selo de conservação de energia;
  6. Acumule o máximo de roupas, para fazer o serviço de uma vez só;
ILUMINAÇÃO
economizar energia
LED

As lâmpadas podem representar grande parte do consumo e não forem utilizadas corretamente, por isso atente-se às dicas para economizar energia:

  1. Troque-as todas por LED ou fluorescentes;
  2. Mantenha-as desligadas a não ser que seja necessário liga-las;
  3. Aproveite a luz do sol o máximo de tempo durante o dia;
  4. Pinte as paredes dos ambientes de sua casa ou apartamento com clores claras;
  5. Mantenha os lustres e as lâmpadas sempre limpas;
  6. Evite ficar ligando e desligando, isso aumenta o consumo de energia;
  7. Coloque fotocélulas em lâmpadas da parte externa;
  8. Durma mais cedo, faz bem pra mente, pro corpo, pro trabalho e pro bolso!
AR-CONDICIONADOS, VENTILADORES E UMIDIFICADORES

Dependendo do clima, nós passamos a utilizar equipamentos para condicionar a temperatura ao nosso bel prazer. Obviamente isso não é nada natural, mas a busca pelo conforto nos leva a esse tipo de atitude, o que também nos leva a gastar dinheiro com isso, principalmente para comprar energia.

Não podendo deixar de usar esses equipamentos, pelo menos tente diminuir o prejuízo, procurando economizar energia assim:

  1. Só ligue-os quando for realmente usar, do contrário, tire da tomada;
  2. Quanto maior o raio da hélice do ventilador, maior o gasto, prefira os menores;
  3. Mantenha o ambiente perfeitamente isolado para poder usar o ar-condicionado, pois quanto mais difícil for manter a temperatura desejada, mais energia ele consome;
  4. Em vez de umidificador elétrico, experimento uma bacia com água ou uma toalha molhada;
  5. Ajuste o termostato do ar-condicionado;
  6. Mantenha o ar-condicionado muito bem higienizado;
  7. Programe o ar-condicionado para se desligar no meio da noite (quando possível);
ELETROELETRÔNICOS E OUTROS

Existem diversos outros equipamentos elétricos que ultilizamos no dia a dia e consomem bastante energia, na verdade, o número destes só tende a aumentar daqui para frente. De qualquer forma, o importante é atentar-se para os desperdícios, aproveitando as dicas a seguir para economizar energia:

  1. Tome banho com água fria, faz bem para a saúde e é ótimo para despertar;
  2. Se não puder, evite passar mais de 10 minutos no chuveiro elétrico;
  3. Mantenha-o limpo e troque a resistência queimada por uma original;
  4. Desligue a televisão (tira da tomada), ou pelo menos programe-a para se desligar;
  5. Utilize o modo de economia de energia dos computadores e afins;
  6. Não durma com o celular carregando;
  7. Evite utilizar extensões e benjamins (T), pois desperdiçam energia e podem causar problemas elétricos;

Essas foram as dicas de ações que você pode colocar em prática para diminuir os pequenos desperdícios de energia e economizar bastante dinheiro. Essas dicas podem fazer uma diferença pequena mês a mês, uma economia entre 10 e 30% da sua conta de energia, mas com o tempo, somando-se essas economias mensais, gera uma economia muito importante.

Se está gostando das dicas, cadastre seu e-mail para receber mais dicas interessantes:

Mas nós temos ainda outras dicas ainda mais interessantes.

Ações que produzem resultados grandes

Você já deve ter ouvido falar naquela lei de Paretto, ou lei do 80/20, em que ele explicou, mais ou menos, que 20% do que você faz é responsável por 80% dos resultados. Pois bem, na busca por economizar energia não é diferente, algumas ações que podem ser tomadas para a economia de energia, podem fazer uma grande diferença em quanto você vai gastar com energia ao longo de sua vida. Vamos a elas.

TIRE TUDO DA TOMADA

Menos a geladeira, é claro!

Não é difícil, não leva 5 minutos do seu tempo, não custa absolutamente nada, e pode gerar uma incrível economia de 15% na sua conta de energia. Parece até mentira, mas não é! O simples fato do aparelho estar ligado à tomada, já está gerando um consumo de energia, sem você estar utilizando o equipamento.

E piora, porque cada vez mais nós estamos utilizando equipamentos que ficam em “stand-by”, o que significa estar com alguma “luzinha” (como diz mamãe) ligada. Essas “luzinhas” ligadas aumentam ainda mais o consumo de aparelhos que você não está utilizando no momento, mas está pagando para ele estar ali sem fazer nada.

Façamos uma pequena lista de objetos que você deve tirar da tomada para economizar energia:

  1. Computador e afins;
  2. Celular carregando (mais tempo que o necessário, geralmente);
  3. Televisão e aparelho da TV a cabo;
  4. Sanduicheira, liquidificador, micro-ondas, fogão e máquinas de lavar;
  5. Abajur, luminárias, chuveiro elétrico e afins;
  6. Rádio, home-theater, aparelho de DVD, roteador WI-FI e afins.

Enfim, qualquer coisa ligada na tomada, com ou sem “luzinha”, desligue já.

PROCURE POR VAZAMENTOS DE ENERGIA

Assim como o restante da sua casa, a instalação elétrica também se desgasta com o tempo; na verdade, eles se desgastam até mais rapidamente do que muitas outras coisas, o que faz com que com o tempo surjam problemas que podem nos gerar desperdício de dinheiro: vazamento de energia. E antes que você pense que isso possa não fazer muita diferença, entenda o seguinte:

O vazamento de energia é constante e ininterrupto, 24 horas por dia. Você ainda acha que é pouco?

Eu acho que não! Mas você tem como verificar e corrigir isso. Desligue tudo o que consome energia da sua casa, sem desligar a “chave geral”, depois que tiver certeza que tudo está desligado, vá até o medidor e verifique se ele ainda está girando. Se estiver parado, ótimo, não há vazamento de energia.

Mas se ainda estiver “girando”, você está pagando por energia que nem está usando, procure um eletricista, você precisa economizar energia.

DE QUANTO ESPAÇO VOCÊ REALMENTE PRECISA?

Eu me sinto até um pouco incomodado em escrever esse tópico, mas tenho que ser racional.

Eu adoro estar em uma casa ampla, com todos os cômodos grandes, talvez meu inconsciente tenha assimilado isso porque mamãe só teve e construiu casas grandes. Mas isso é um erro financeiro, e um dos motivos é o custo de energia que acompanha tanto espaço.

É uma questão lógica esse custo maior, pois: quanto maior for um quarto, maior a potência da lâmpada para iluminá-lo; quanto maior o quarto, maior o ar-condicionado para climatizá-lo; ou seja, quanto maior for a casa, maiores precisam ser os equipamentos elétricos que estão nela, o que faz com que quanto maior for a casa, maior sejam os gastos com energia elétrica.

Sendo assim, você precisa refletir: de quanto espaço você e sua família realmente precisam?

E planejar qual o tamanho do local em que vocês vão morar, de forma que possam economizar energia e dinheiro.

DURMA MAIS CEDO
economizar energia
dormir cedo

Eu já comentei num artigo sobre aposentadoria que ganhei muito dinheiro no começo da minha carreira, mas perdi tudo por ter ideias erradas sobre o que realmente era importante, ou colocando de uma maneira melhor, eu tinha maus hábitos. Um dos maus hábitos que muito me prejudicavam era o de dormir muito tarde.

Isso me prejudicava muito, porque quando você dorme tarde você se prejudica por dois motivos óbvios:

  1. Ou você acorda muito tarde, e perde boa parte do dia;
  2. Ou você acorda cedo, e acaba perdendo sono, que prejudica sua saúde e desempenho;

No caso do segundo motivo, você vai acabar perdendo dinheiro de duas formas:

  1. Gastando dinheiro com tratamentos médicos ou com medicamentos;
  2. Deixando de estudar e trabalhar na melhor forma possível;

No caso do primeiro motivo, nós perdemos dinheiro também de duas formas:

  1. Perdendo boa parte do dia, você acaba deixando de produzir como deveria, até perdendo compromissos;
  2. Dormindo tarde, você está gastando energia com coisas que pela manhã não gastaria, pois é à noite que nós gastamos mais energia elétrica.

Resumindo, assim que chegar em casa, ou o quanto antes, procure ter logo uma boa noite de sono: “não troque o dia pela noite”.

Se está gostando das dicas para economizar energia, cadastre-se para receber mais.

TENHA ATIVIDADES PRODUTIVAS À NOITE FORA DE CASA

Desde que conseguimos iluminar as nossas noites, o dia produtivo cresceu algumas horas e isso contribuiu para que a humanidade avançasse; mas não foi por causa das pessoas que ficam em casa assistindo televisão, navegando sem rumo na internet, ou fazendo qualquer outra coisa improdutiva e gastando energia à toa.

Foi por causa das pessoas que aproveitaram esse tempo a mais para estudar e trabalhar em algo produtivo que melhorasse a vida deles e de suas famílias. Não importa o que seja, você faz muito bem em aderir a esse grupo e aproveitar a noite para fazer algo que vá melhorar sua vida.

E, aproveitando isso, escolha alguma coisa para fazer fora de casa, para economizar energia, pode ser:

  1. Um curso de graduação, pós-graduação, mestrado ou doutorado;
  2. Atividades físicas sozinho ou em família;
  3. Abrir um negócio que funcione à noite;
  4. Ir à uma Igreja ou instituição de caridade (sem dízimo, de preferência);

Enfim, qualquer coisa que lhe tire de casa, para não ficar lá gastando energia à toa, e que ao mesmo tempo você não esteja desperdiçando dinheiro, e sim fazendo uma atividade que melhore a sua vida.

VIVA EM FAMÍLIA
economizar energia
viva em família

Outra ação lógica.

Imagine 4 pessoas vivendo separadas, cada uma tem sua casa, sua geladeira, seu micro-ondas, sua máquina de lavar, sua televisão, seu freezer e etc; mas ao mesmo tempo essas pessoas são ligadas por sangue, amor ou amizade. Não parece, para você, que viver separados é uma burrice?

Pra mim parece. Se elas são ligadas por laços tão fortes, porque não compartilham um lar? Porque não compartilham as despesas de uma residência, de forma que todos possam economizar energia e dinheiro.

Não cometa esse erro, se você tem condições de morar em família isso, além do valor sentimental, é a coisa mais lógica a ser feita.

Procure economizar energia

Não achei que um texto com dicas para economizar energia fosse ter mais de 2.400 palavras, de forma que me espantei quando cheguei até aqui. Ainda retirei algumas coisas que achei que eram muito extremistas, então acredito que o texto ficou com o essencial, o que é até melhor.

Ficaria muito agradecido se você compartilhasse com sua família e com amigos, pelo bem de todos nós.

Agradeço de coração a você por ler meu texto, e como prova disso, se você quiser entrar em contato comigo, não hesite em enviar um e-mail para projetotykhe@hotmail.com

Ou, pelo menos:

Muito obrigado por ler meu texto.

Um abraço e boa sorte!